Casa » Historia económica » Á Queima Roupa Libro EPUB, PDF

Á Queima Roupa Libro EPUB, PDF

Obtenga el libro de Á Queima Roupa PDF uTorrent - en formato PDF o EPUB. Puedes leer cualquier libro en línea o guardarlo en tus dispositivos. Cualquier libro está disponible para descargar sin necesidad de gastar dinero.

Á Queima Roupa PDF uTorrent -
  • Libro de calificación:
    4.80 de 5 (411 votos)
  • Título Original: Á Queima Roupa
  • Autor del libro: Rui Araújo
  • ISBN: -
  • Idioma: ES
  • Páginas recuento:189
  • Realese fecha:2000-10-17
  • Descargar Formatos: MS WORD, DJVU, CHM, TXT, ODF, AZW, PDF, PGD
  • Tamaño de Archivo: 14.80 Mb
  • Descargar: 3411
Secured

Á Queima Roupa por Rui Araújo Libro PDF, EPUB

" Há um irlandês casado e cansado com uma irlandesa que, há uns tempos, descansa seu cansaço em Portugal. Há uma portuguesa descasada e cansada, e que acaba por descansar em paz. Há a tal irlandesa casada com o irlandês cansado, cuja vida é uma canseira, lá para as bandas de Cork City, na Irlanda. Há um filho do irlandês e da irlandesa precocemente cansado pelo cansaço dos " Há um irlandês casado e cansado com uma irlandesa que, há uns tempos, descansa seu cansaço em Portugal. Há uma portuguesa descasada e cansada, e que acaba por descansar em paz. Há a tal irlandesa casada com o irlandês cansado, cuja vida é uma canseira, lá para as bandas de Cork City, na Irlanda. Há um filho do irlandês e da irlandesa precocemente cansado pelo cansaço dos seus progenitores... E há também um detective da PJ cansado mas que não descansa enquanto se não cansa do cansaço do ofício. E, para descanso deste policial de cerrados dentes e serrados canos, há negros que se vêem gregos, um homossexual todo inteiro e um homossexual dividido, uma esposa distraída, um empreiteiro empreitado, um compoanheiro engraçado, uma velha bairr'altina, monos, pintas e geninhos, uma jovem operadora de sistemas, de pernas esguias e bronzeadas e a filha da morta mortinha por... gritar p'la mamã. Tudo isto à queima-roupa ou seja, à flor da pele, porque, caro leitor, tu - ó mistério dos mistérios! - és o último reduto da dignidade humana"